Grupo de Economia da Energia

Projeção da importação brasileira de gasolina: cenários e impactos

In etanol, gasolina on 11/03/2013 at 00:15

Por Luciano Losekann e Gustavo Haydt

luciano032013Nos últimos dois anos, a importação de gasolina se tornou uma forte preocupação de política energética e econômica no Brasil. Em 2012, foram importados 3,7 bilhões de litros de gasolina A. O dispêndio com importação foi de US$ 2,9 bilhões e 12% da gasolina A utilizada no Brasil foi importada em 2012. Esses valores não eram observados no país desde a década de 1970, quando o país era fortemente dependente de suprimento externo de energia.

A postagem “Oferta apertada de etanol e perspectivas de importação de gasolina” apontou que a importação de gasolina será muito significativa nos próximos anos se a oferta de etanol continuar restringida. Nessa postagem, serão apresentadas as projeções de importação de gasolina em diferentes cenários de oferta de etanol e de mistura de etanol anidro na gasolina.  Além disso, serão estimados o dispêndio com importações e o prejuízo que pode gerar ao importador, a Petrobras, em contexto que os preços internacionais e domésticos estão descolados.

A restrição de oferta de etanol se reflete em seu preço relativo pouco competitivo com a gasolina. Consideramos três possibilidades de preço relativo de etanol: 0,70, 0,75 e 0,80, e duas possibilidades de mistura de etanol anidro, 20% e 25% (E20 e E25).

luciano032013a

Somente se a oferta de etanol se recuperar e o preço relativo for inferior a 0,70, o Brasil não importará gasolina nos próximos dez anos. Esse patamar de preços corresponde à média brasileira até 2008. Nos demais cenários, as importações de gasolina são bastante significativas. No cenário mais crítico, que corresponde à manutenção da situação atual – preço relativo de 0,80 e mistura de 20% de etanol anidro, as importações alcançam 13,5 bilhões de litros em 2022.

Considerando o custo médio de importação de gasolina observado em 2012, US$ 0,788 por litro (ANP, 2013), pode-se estimar o impacto desses cenários sobre a balança comercial brasileira. O cenário de gasolina C E25 e preço relativo médio de 0,70 é o único a apresentar resultado positivo. No cenário mais crítico (E20 e preço relativo de 0,80), o déficit com a importação de gasolina supera US$ 10 bilhões em 2022.

luciano032013b

Como o preço da gasolina no mercado internacional é superior ao preço praticado domesticamente, a compra de derivados no mercado internacional implica em prejuízo para o importador (Petrobras). No caso, o preço de importação foi estimado em US$ 0,788/litro e acrescido do custo de internação médio US$ 0,027/litro (MME, 2012).  O preço médio de venda do produtor no mercado interno foi US$ 0,618 litro, segundo MME (2012). Assim, para cada litro de gasolina importado pelo Brasil em 2012, a Petrobras teve um prejuízo de US$ 0,197. Em 2012, o prejuízo total com importação foi estimado em US$ 0,7 bilhão. No cenário mais crítico, o prejuízo com importação de gasolina alcançaria US$ 2,7 bilhões.

luciano032013c

Essa postagem aponta que a recuperação da oferta de etanol é fundamental para evitar os impactos de importação excessiva de gasolina. Se o etanol não for competitivo, mantendo a situação dos últimos dois anos, a balança comercial brasileira vai ser fortemente impactada, gerando prejuízo para a Petrobras que importa o combustível a preços superiores aos praticados no mercado doméstico.

Leia outros textos de Luciano Losekann no Blog Infopetro

Para ver/fazer comentários sobre esta postagem, clique no retângulo vermelho abaixo.

  1. Parabéns pela análise sobre o mercado da gasolina. Minha idéia é escrever 2 papers sobre o tema. Como por exemplo fazer um modelo de otimização colocando o preço como variável para minimizar o custo ou maximizar o lucro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s