Grupo de Economia da Energia

As cinco postagens mais lidas de 2014

In energia on 05/01/2015 at 00:15

infopetro012015Durante o ano de 2014, o Blog Infopetro publicou 42 postagens, que tiveram em seu conjunto, aproximadamente, 21.000 visualizações. Esse valor representou 21% do total de visualizações que o Infopetro teve no ano (100.000).

As 5 postagens aqui apresentadas foram responsáveis por 30% daquelas 21.000 visualizações. Dentre elas, três são sobre a crise do setor elétrico no Brasil, uma sobre a relação entre a  crise da Ucrânia e gás não convencional e uma sobre os desafios do setor energético brasileiro em 2015.

1)

10 anos do “Novo Modelo do Setor Elétrico Brasileiro”: Sem motivos para comemorar

 

Por Luciano Losekann

luciano032014

Nesse ano de 2014, o chamado “Novo Modelo do Setor Elétrico Brasileiro” completa 10 anos. O modelo foi gestado como uma resposta à crise setorial que culminou no racionamento de 2001/2002 e um compromisso de campanha do presidente recém-eleito, Lula. Após um período de debate no ano de 2003, o modelo foi implementado através de duas medidas provisórias, posteriormente convertidas em leis, e cinco decretos entre maio e julho de 2004.

(continua)

2)

A crise na Ucrânia: o gás russo versus o shale gas americano

 

Por Marcelo Colomer

marcelo032014A aprovação do referendo que apontou o desejo da maioria dos crimeios (96,8%) pela incorporação da península à Rússia pelo parlamento crimeano desencadeou a reação política dos Estados Unidos e de seus aliados na Europa. Após o referendo do dia 16 de março, a Casa Branca decretou sanções contra altos funcionários do governo Russo e alguns cidadãos ucranianos envolvidos com a separação da Criméia. O vice-primeiro-ministro russo Dmitri Rogozin, a presidente do Conselho da Federação (câmara alta do Parlamento) Valentina Matvienko, o deposto presidente ucraniano Viktor Yanukovich entre outros indivíduos envolvidos tiveram os seus ativos nos EUA congelados e seus direitos de entrada no país suspensos.

(continua)

3)

A transição elétrica: muito além da falta de chuvas

 

Por Ronaldo Bicalho

bicalho032014

Por trás da crise elétrica se desenvolve outro enredo que apresenta consequências que vão muito mais além do que aquelas causadas pela eventual falta de chuvas. Mudanças profundas estão ocorrendo nas bases do setor elétrico brasileiro. São essas mudanças que irão ocupar a agenda do setor nos próximos anos, colocando no centro das discussões os problemas associados à transição elétrica. Do entendimento da natureza e do alcance dessa transição irá depender não só o futuro do setor, mas, o futuro do país.

(continua)

4)

Setor Energético Brasileiro: a incontornável agenda governamental de 2015

 

Por Renato Queiroz

renato082014Países em desenvolvimento de tempos em tempos consideram novas prioridades em suas agendas de políticas públicas. No caso brasileiro, desde a volta do regime democrático em 1985, acompanhamos a discussão de temas prioritários para o país como, por exemplo: o controle da inflação, a melhoria na distribuição de renda, a diminuição da violência nas cidades, entre outros. Neste sentido, os governos foram desenvolvendo políticas públicas buscando solucionar tais demandas.

(continua)

5)

Impactos da crise elétrica e as próximas páginas do setor elétrico brasileiro

 

Por Luciano Losekann

luciano062014A crise do setor elétrico brasileiro já dura alguns meses e não deve se esgotar tão cedo. Durante quatro meses, desde de 1º de fevereiro, o preço de liquidação de diferenças (PLD) se situou próximo a seu teto (R$ 822/MWh). Em junho, o PLD se reduziu significativamente, correspondendo a R$ 352/MWh atualmente. Mas, os efeitos da crise devem permanecer por um longo período.  Ainda assim, podemos tirar algumas conclusões e considerações.

(continua)

 

  1. […] maneira, diferentemente do ano passado, em que prevaleceram as postagens sobre a crise do setor elétrico brasileiro, em 2015, o que […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s