Grupo de Economia da Energia

Estão dadas as condições para a retomada do setor de petróleo e gás no Brasil?

In petróleo on 20/03/2017 at 00:15

Por Edmar de Almeida

Após experimentar um verdadeiro boom de crescimento econômico entre 2007 e 2013, o setor de petróleo e gás brasileiro mergulhou numa crise que parece não ter fim. Os investimentos da Petrobras que atingiram quase US$ 50 bilhões em 2013, caíram para apenas US$ 14,5 bilhões em 2016. O pouco investimento no upstream está concentrado no desenvolvimento de campos descobertos. Por esta razão, o nível da atividade de perfuração no Brasil caiu para o pior patamar histórico, assombrando a indústria parapetrolífera nacional.

Gráfico 1 – Evolução do número de sondas em operação no Brasil

Fonte: Baker Hughes Rig Count

Diante da gravidade da crise setorial atual, todos se perguntam se já chegamos ao “fundo do poço” e quando se dará o início da recuperação do nível de atividade no setor. Para responder a esta pergunta é importante identificar e avaliar os fatores condicionantes da retomada dos investimentos no setor. Este é objetivo deste artigo. Em nossa opinião três são os principais condicionantes para a retomada do crescimento do setor de petróleo no Brasil:

O novo contexto energético e os desafios da América Latina

In energia on 13/03/2017 at 00:15

O cenário energético global vem sofrendo mudanças drásticas. Depois de um crescimento constante durante uma década, o preço do petróleo caiu fortemente em 2014. Na América Latina, a nova realidade para os preços é um desafio significativo para projetos de exploração e produção de petróleo e gás existentes e novos. Esses projetos, como o Pré-sal brasileiro, têm que ser competitivos, a fim de contribuir para o aumento do aprovisionamento mundial de petróleo a longo prazo.

No setor elétrico, a integração de fontes renováveis na matriz de geração e a gestão de sua intermitência são os desafios globais. Os recursos renováveis são abundantes na América Latina e a difusão dessas fontes na região pode ocorrer com menores efeitos em relação à segurança de custo e suprimento. Além disso, a universalização do acesso à energia continua a ser um objetivo da política energética em alguns países da região.

O que esperar de 2017 no setor de energia

In energia on 06/02/2017 at 12:00

2017Neste vídeo, os pesquisadores do Grupo de Economia da Energia (GEE) falam sobre suas expectativas acerca da evolução do setor energético brasileiro em 2017.